top of page
Search
  • afneprojetos

Unidades de saúde do centro de São Paulo oferecem oportunidades para mudanças de estilo de vida




O propósito é *ofertar alternativas e conhecimento que ajudem a criar hábitos mais saudáveis

Durante o mês de março é comemorado o Dia Mundial da Obesidade. A data foi criada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para conscientizar as pessoas sobre a importância da prevenção e tratamento da obesidade e de manter um estilo de vida saudável.

A obesidade é uma questão de saúde identificada pelo excesso de gordura no corpo, que pode levar a uma série de problemas, como diabetes, doenças cardíacas, hipertensão arterial, entre outras. O excesso de peso é um problema crescente no Brasil e em todo o mundo. De acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde, em 2019, cerca de 20,3% dos adultos brasileiros eram obesos e 55,4% estavam com excesso de peso. Além disso, cerca de 18,9% das crianças entre 5 e 9 anos de idade e 24,5% das crianças entre 10 e 19 anos estavam com excesso de peso em 2019.

Com isso em mente, as unidades de saúde do centro de São Paulo, principalmente as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) que são administradas pela Associação Filantrópica Nova Esperança (AFNE), oferecem opções de tratamento e atividades para as pessoas que buscam uma mudança dos hábitos, em especial as que estão sobrepeso.

”Fazemos questão de oferecer, não apenas soluções práticas de mudança de vida para os pacientes, mas também um acolhimento e humanização. Queremos garantir que o paciente se sinta bem durante todo o tratamento conosco”, afirma Marcos Rogério Trevizoli, professor de educação física da UBS Nossa Senhora do Brasil.

Onde buscar ajuda

A porta de entrada para as pessoas em busca de ajuda são as UBSs. O paciente será encaminhado para consultas com multiprofissionais, como nutricionistas, psicólogos, educadores físicos e para grupos de saúde e bem-estar. Os profissionais seguirão um protocolo de tratamento seguindo as necessidades e objetivos de cada pessoa. O acompanhamento segue por dois anos.

As unidades trabalham, em primeiro momento, com a garantia do conhecimento com relação às questões de saúde causadas pela obesidade, informando o paciente e garantindo que ele compreenda o que está acontecendo com o próprio corpo e suas consequências. Em seguida, com o plano de tratamento estabelecido, o paciente é convidado a participar de grupos de saúde e bem-estar, que proporcionam conversas com outros pacientes com as mesmas condições.

Além disso, as unidades promovem atividades físicas durantes a semana que reúnem os pacientes encaminhados, colaboradores e qualquer pessoa interessada para exercícios como caminhada, práticas funcionais e de aeróbica, técnica postural, força e equilíbrio. As práticas, apesar de serem em grupo, são adaptadas para cada pessoas dentro de suas limitações e preferências.


67 views0 comments
bottom of page